6 de jun de 2010

Amor , meu grande amor

Amor, meu grande amor, não chegue na hora marcada
Assim como as canções, como as paixões e as palavras

Me veja nos seus olhos, na minha cara lavada
Me venha sem saber, se sou fogo ou se sou água

Amor, meu grande amor, e chegue assim bem de repente
Sem nome ou sobrenome, sem sentir o que não sente

Pois tudo o que ofereço é meu calor, meu endereço
A vida do teu filho, desde o fim, até o começo

Amor, meu grande amor, só dure o tempo que mereça
E quando me quiser, que seja de qualquer maneira...

Enquanto me tiver, que eu seja o último e o primeiro
E quando eu te encontrar, meu grande amor me reconheça


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva mesmo sem saber o porque...